Como a classificação fiscal pode ajudar a reduzir custos no seu supermercado

Fale com um especialista agora gratuitamente!

Não te mandaremos spam!

Nesse artigo você vai ver:
Imagem Blog Dpg 3 (5) Grupo Rangel | Contabilidade No Rio De Janeiro - Contabilidade no Rio de Janeiro | Grupo Rangel Contabilidade

Atualizado em maio de 2023

Descubra como a classificação fiscal de mercadorias pode reduzir os custos do seu supermercado!

Veja o que significa a classificação fiscal de mercadorias em seu supermercado e saiba como utilizá-la para alcançar a economia.

Você já se sentiu intimidado com a complexidade da classificação fiscal de mercadorias? Se você trabalha em uma empresa que lida com compra e venda de produtos, provavelmente já enfrentou esse desafio. 

No entanto, apesar da aparente complexidade, a classificação fiscal é uma atividade crucial para os empresários. Em supermercados, ela representa um aspecto importantíssimo.

Neste artigo, vamos mostrar como a classificação fiscal pode ajudar a reduzir custos no seu supermercado, além de responder às suas perguntas mais urgentes sobre o assunto. 

Então se prepare para explorar este tópico sem medo e descobrir como aplicar a classificação fiscal na prática para obter mais economia.

O que é a classificação fiscal de mercadorias?

A classificação fiscal de mercadorias é um processo que consiste em identificar a Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM) de cada produto comercializado pela empresa. 

Essa nomenclatura é composta por oito dígitos, que descrevem a natureza, a finalidade e a composição das mercadorias. 

A classificação fiscal é importante para determinar as alíquotas de impostos, taxas e contribuições que incidem sobre cada produto, além de possibilitar a identificação de restrições e obrigações específicas para cada tipo de mercadoria.

Caso queira saber mais sobre o NCM, veja abaixo:

Qual a importância da classificação fiscal de mercadorias?

A classificação fiscal desempenha um papel fundamental para garantir o bom funcionamento do sistema tributário, além disso, ela proporciona às empresas maior segurança e conveniência no que diz respeito ao cumprimento de suas obrigações fiscais. 

Como identificar a classificação NCM?

Para determinar a classificação fiscal de um produto, é fundamental identificar o código NCM específico atribuído a ele. 

O código NCM consiste em oito dígitos formatados como ‘0000.00.00’. Os seis dígitos iniciais seguem as diretrizes do Sistema Harmonizado (SH), enquanto os dois últimos dígitos são designados pelo Mercosul. 

O que é o Sistema Harmonizado?

O Sistema Harmonizado é um código universal usado para tarifas alfandegárias e de frete. Foi estabelecido pela Organização Mundial de Alfândega em 1983 e adotado pelo Brasil em 1986.

Para a identificação do NCM deve-se observar ainda:

  • Os dois primeiros dígitos representam o capítulo, os dois dígitos seguintes indicam o título e os dois dígitos seguintes definem a subcategoria ou subtítulo;
  • Os dois últimos dígitos referem-se a um sistema de classificação do Mercosul, com o sétimo dígito classificando o produto e o oitavo dígito fornecendo uma descrição mais detalhada.

Como aplicar a classificação fiscal de mercadorias na prática para reduzir custos no supermercado?

Faça a identificação dos produtos

O primeiro passo é identificar todos os produtos comercializados pelo supermercado e verificar se já possuem uma NCM definida. Caso não possuam, é necessário identificar a NCM correta para cada um deles.

Consulte a tabela NCM

A consulta à tabela é essencial para identificar a NCM correta de cada produto. A tabela  pode ser consultada no site da Receita Federal, onde é possível encontrar a descrição de cada código e suas respectivas alíquotas de impostos, taxas e contribuições.

Verifique a atualização constante

É importante ficar atento a possíveis mudanças na legislação tributária e na tabela NCM, que podem afetar a classificação fiscal de produtos específicos.

Faça o registro da classificação fiscal

Após identificar a NCM correta de cada produto, é necessário registrá-la no sistema de gestão do supermercado. Esse registro permite a emissão correta de documentos fiscais, como notas fiscais de venda, e facilita a prestação de contas para o Fisco, ajudando a reduzir os custos com tributos.

Tenha o apoio do Grupo Rangel Contabilidade na gestão tributária do seu supermercado!

Para resumir o artigo, podemos dizer que a classificação fiscal de mercadorias é um aspecto fundamental na gestão tributária de um supermercado, pois permite que sejam identificados corretamente os impostos que incidem sobre cada produto e, consequentemente, reduzir custos e evitar possíveis penalidades fiscais.

Mas, como você pode perceber, essa não é uma tarefa fácil! Nesse sentido, contar com o apoio do Grupo Rangel Contabilidade pode ser de grande valia para a empresa.

Ao contar com uma empresa especializada em contabilidade para o ramo alimentício, é possível otimizar a gestão tributária do seu supermercado, reduzir custos e focar na maximização dos resultados. 

Fale conosco!

CLIQUE NESTE LINK AGORA MESMO E FALE JÁ CONOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A NCM!

Classifique nosso post [type]
Summary
 Como a classificação fiscal pode ajudar a reduzir custos no seu supermercado
Article Name
Como a classificação fiscal pode ajudar a reduzir custos no seu supermercado
Description
Descubra como a classificação fiscal pode ajudar a reduzir custos no seu supermercado! Leia nossa publicação e veja mais detalhes!
Author
Publisher Name
GRUPO RANGEL CONTABILIDADE EIRELI
Publisher Logo

Compartilhe nas redes:

Categorias

Categorias

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio?

Encontrou! Clique no botão abaixo e fale conosco!

Deixe um comentário

Veja também

Posts Relacionados

Recomendado só para você
Atualizado em maio de 2023 Descubra como a abertura de…
Cresta Posts Box by CP